fbpx
Ribeirão Preto » São Paulo
Prefeitura de Ribeirão Preto quer contratar empresa pra estudar problemas financeiros na cidade por R$ 547 mil reais

A escolha foi feita sem processo licitatório, ou qualquer tipo de pregão com a autorização da Secretária Municipal da Fazenda.

26/07/2019 21h43 - Por Hyagor Soares

Foto: Prefeitura de Ribeirão Preto -Grupo Thathi de Comunicação

No diário oficial da última quarta(24) a Prefeitura de Ribeirão Preto divulgou que vai contratar uma consultoria para estudar os problemas de equilíbrio financeiro do município. O que chama atenção é o custo do serviço, cerca de R$ 547.200,00 que, segundo a prefeitura tem a finalidade de encontrar soluções para a situação do caixa da cidade. O processo contratual foi feito sem licitação ou qualquer tipo de pregão, com a autorização de Manoel de Jesus, secretário da fazendo do município.

A empresa selecionada para a tarefa é Fundace (Fundação para Pesquisa e Desenvolvimento da Administração, Contabilidade e Economia). Fundada em 1995 por professores da Faculdade de Administração e Economia da Universidade de São Paulo no campus de Ribeirão Preto (FEA-RP), a instituição não tem fins lucrativos e em seu site que mantém na internet informa, “desempenha a função de organizar recursos de conhecimento para atender demandas da sociedade e de organizações públicas e privadas interessadas em práticas modernas e mais eficazes de gestão”.

O período do contrato firmado é de 12 meses significando que, por mês, a Fundace vai receber cerca de R$ 45.600. Ainda de acordo com informações da administração municipal, a principal motivação para o contrato foi a “crise financeira na qual a prefeitura se encontra, principalmente, por conta do Instituto de Previdência dos Municipiários (IPM). O órgão é responsável pelo pagamento dos funcionários públicos municipais aposentados.

Também por meio de nota, a Prefeitura informou que possui uma equipe pra acompanhar os problemas financeiros, mas disse que o desenvolvimento e as pesquisas necessárias “não estão no escopo da do dia a dia” da administração e, por esta razão é preciso ajudas externas, tanto para celeridade do trabalho quanto para precisão das informações.

Fonte: Grupo Thathi de Comunicação
Foto: Grupo Thathi de Comunicação