fbpx
Rio de Janeiro
Witzel ignora pedido de segurança armada para Talíria Petrone

Talíria é deputada e ativista desarmamentista do PSOL

27/06/2019 11h17

Segundo Talíria e apoiadores, a desarmamentista sofreu ameaças e por isso estaria tendo a necessidade de ter junto a ela policiais disponíveis para a sua segurança.

A câmara federal, na pessoa do presidente Rodrigo Maia, fez o pedido ao governador e o próprio PSOL também, mas as tentativas não foram atendidas.

A posição do governador do RJ tem sido comemorada nas redes sociais, pois Talíria e seu grupo insistem em lutar contra o direito a posse e o porte de armas do cidadão, para sua defesa. Pregando o desarmamento, pedir segurança armado para “sua defesa” expõe uma contradição no discurso da psolista, que vive a afirmar que armas não podem ser usadas para a defesa do cidadão porque não se combate a violência com mais violência.

Fonte:https://blogs.oglobo.globo.com/ancelmo/post/witzel-ignora-pedidos-de-escolta-policial-deputada-do-psol-que-esta-sob-ameaca.html

Coordenador estadual do MBL no Rio de Janeiro, Estudante de Gestão Pública e defensor da Vida, liberdade e propriedade.