fbpx
Sem Categoria
Vereador de Macaé pode perder mandato por improbidade administrativa

Maxwell Vaz manteve por mais de um ano funcionário fantasma em seu gabinete

03/04/2019 12h35

Vereador Maxwell Vaz (SOLIDARIEDADE), de Macaé, foi condenado pela 2ª Vara Cível do TJRJ por improbidade administrativa nesta terça-feira, 03/04/2019. O mesmo pode perder cargo a qualquer momento, pois o que falta somente é aplicação da pena.

MPRJ afirma que Vereador manteve em seu gabinete por mais de um ano, funcionário fantasma e também estava em dívida por Agravo de Instrumento.

Agravo foi Analisado pelo desembargador Carlos José Martins Gomes, que pediu retomada do processo para primeira instância.

Seu padrinho político, André Corrêa (DEM) também foi preso pela PF (Polícia Federal) em acusação de receber propina em troca de aprovação de projetos durante sua estadia na ALERJ. Disse a Polícia Federal que propina arrecadada pode chegar a até R$ 100 mil.
Desde 2012, ação está parada no judiciário, e André, por ser padrinho político do Vereador pode influenciar decisão mesmo sem ter ligação direta com caso.

Fonte: https://www.blogdocabral.com/single-post/2019/04/02/Com-padrinho-pol%C3%ADtico-preso-Maxwell-Vaz-pode-perder-o-mandato-a-qualquer-momento

Funcionário público, discente da UFRJ/Macaé, editor e correspondente MBL News - RJ, também apaixonado por economia, filosofia e cerveja.