fbpx
Rio de Janeiro
São João de Meriti entre os três piores investimentos em saúde

MBL faz critica a fake news publicada em página oficial da prefeitura de São João de Meriti, Baixada Fluminense

22/01/2019 13h58

No dia 16/01/2019, às 13:38 da tarde, a prefeitura de São João de Meriti publicou uma matéria em que a manchete dizia o seguinte: “São João de Meriti é a segunda cidade com mais investimento na saúde”.

A matéria causou grande polêmica entre os moradores da cidade do Rio de Janeiro, Baixada Fluminense. Relatos na internet denunciavam falta de medicamento, serviço mal prestado e até criticavam a presença de funcionários nos postos, que segundo a população não tem utilidade alguma no local.

A informação divulgada pela prefeitura tem como base um relatório da FNP – Frente Nacional dos Prefeitos. A frente é uma organizada união de chefes do executivo municipal em busca de articulações no congresso e desenvolvimento de gestão dos prefeitos. No relatório de 2017 a FNP colocou São João de Meriti como a segunda cidade do sudeste com maior aumento de investimento proporcional na área da saúde referentes ao ano anterior.

Isto não necessariamente quer dizer que a cidade possui o segundo maior investimento, e sim que em relação ao que foi investido no ano anterior houve aumento de porcentagem comparativa entre os valores.

Ao ler a matéria, o núcleo do MBL na cidade expôs sua opinião. Parte da afirmação, que foi feita  de forma ilustrativa dizia: “Ontem Joãozinho comprou R$20,00 de bala para vender no sinal, hoje ele pretende comprar R$30,00 para investir. Mariazinha, sua irmã, ontem comprou R$200,00 de bala, hoje ela pretende comprar mais R$200,00 para investir. Caso os dois façam as compras, Joãozinho terá aumentado o seu investimento em balas em 50%, e sua irmã Mariazinha não terá aumentado o investimento em nada, já que ela manteve o que já havia gasto ontem. Mas ainda assim Mariazinha continua a investir mais dinheiro que Joãozinho”.

O pronunciamento do núcleo desvendou que a cidade não é a segunda que mais investe em saúde no sudeste, mas a segunda na região que aumentou o seu investimento proporcional comparado ao ano anterior.

A FNP, frente em que a prefeitura baseou seu êxito para fazer esta publicação não tem vínculo governamental para que seja dada confiabilidade total aos dados. Em contrapartida, na manhã de 21/01/2019, a rede Globo de televisão, durante o telejornal BOM DIA BRASIL, expôs que a cidade de São João de Meriti está entre as três cidades que menos investem proporcionalmente ao número de habitantes em saúde. 

Segundo a matéria, que é fundamentada em dados do CFM – Conselho Federal de Medicina, São joão de Meriti gasta R$90,38 por habitantes, e possui 458.673 habitantes. Se somados os valores ao contingente, a cidade investe cerca de 41,4 Milhões de reais na cidade.

Constitucionalmente os municípios tem o dever de investir em saúde 15% da receita corrente do município. A cidade possui orçamento de 500 milhões, 15% correspondem a 75 milhões. A cidade investe 41,4 milhões, o que é quase metade do que deveria ser investido.

Além desta matéria divulgada pela Rede Globo, outra da mesma emissora coloca a cidade também entre as três piores em saneamento básico no Rio de Janeiro.

Coordenador estadual do MBL no Rio de Janeiro, Estudante de Gestão Pública e defensor da Vida, liberdade e propriedade.