fbpx
Sem Categoria
Prefeito de Macaé pode perder cargo por desvio de dinheiro

Aluízio dos Santos Júnior é acusado de receber dinheiro de funcionário fantasma

28/03/2019 14h33

TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) aceitou, em julgamento realizado na tarde de quarta-feira (27), o recebimento do processo (nº 0026526.72.2018.8.18.0000), instaurado em 2017 pelo MP-RJ, através da PGJ (Procuradoria Geral de Justiça, instaurado contra prefeito de Macaé e seu secretário de Administração, Antônio Luiz Pinheiro Santos, sendo investigado denúncia referente a desvio de verba pública.

Presidente da Câmara Municipal, Eduardo Cardoso Gonçalves (PPS), poderá assumir prefeitura, caso Aluízio (MDB) venha ser cassado. O vereador é o sucessor direto, uma vez que o vice-prefeito eleito, Vandré Guimarães renunciou ao cargo depois de o prefeito cortar seu salário sob acusação de que ele não trabalhava.

Desembargadora Suely Lopes Magalhães, presidiu sessão realizada às 13h de ontem (27), depois de ter sido frustrada a intenção de advogados em adiar o julgamento pautado. Relatora titular do caso foi à desembargadora Adriana Lopes Moutinho e decisão foi unânime, após o Procurador de Justiça Ricardo Ribeiro Martins ter feito a sustentação oral que às convenceu.

Esse caso que já era tido como “morto” deixou políticos da cidade perplexos, assim tendo expectativa futura sobre andamento do processo.

Fonte:
https://www.odebateon.com.br/justica-aceita-denuncia-do-mp-contra-o-prefeito-de-macae/

Funcionário público, discente da UFRJ/Macaé, editor e correspondente MBL News - RJ, também apaixonado por economia, filosofia e cerveja.