fbpx
Rio de Janeiro
MBL, igrejas e comércios se unem em São João de Meriti em prol de Brumadinho

O MBL afirma categoricamente que não é hora de usar a tragédia para fazer discurso político. É hora de ajudar!

26/01/2019 13h21

Atendendo a campanha nacional do movimento, que conseguiu parceria com redes de shopping e uma transportadora para ajudar famílias afetadas pelo incidente, o núcleo da cidade de São João de Meriti buscou parcerias com instituições religiosas e comércios para estabelecer pontos próximos de arrecadação.

A mobilização surgiu na internet informando a necessidade de se estabelecerem os postos de entrega. Igrejas e comércios da região se prontificaram e imediatamente começaram os trabalhos de divulgação na noite de ontem. O resultado da movimentação gerou aproximadamente 10 postos de arrecadação na cidade, onde qualquer doador poderá ir e deixar sua contribuição para as famílias.

O núcleo do MBL da cidade ainda estuda uma data limite para a arrecadação, para logo após fazer a coleta do montante arrecadado em todos os postos. O passo seguinte é transportar toda a doação até algum dos shopping’s parceiros, onde ficarão armazenados todos os itens doados aguardando a transportadora que fará a logística da operação e conduzirá as doações de dezenas de estados até Brumadinho, Minas Gerais.

Além disso o MBL-MG promoveu uma campanha por vaquinha online com a finalidade de arrecadar 10 mil reais para apoio na região, todo o MBL ao longo do país trabalhou na divulgação em massa. O valor já foi ultrapassado e a minutos atrás já haviam 12 mil reais.

O coordenador do MBL em São João de Meriti e dezenas de seus membros mais ativos, responsáveis pela mobilização na cidade, unificaram o discurso na internet afirmando que não é hora de discurso político com o ocorrido. Deixam claro em suas posições que a causa e a solução serão temas debatidos depois de finalizarem as suas contribuições em favor das vidas inocentes afetadas.

Caso você queira fazer a sua doação, entre nas páginas do MBL e procure um posto de coleta próximo a sua casa, ou faça contato com o responsável da região.

Não é hora de fazer política em cima da tragédia, é hora de ajudar!

 

 

Coordenador estadual do MBL no Rio de Janeiro, Estudante de Gestão Pública e defensor da Vida, liberdade e propriedade.