fbpx
ALERJ
Franciane Motta(MDB), esposa de deputado preso, nomeia mãe de Sérgio Cabral na ALERJ

A deputada esposa de Paulo Melo confirma o que em novembro de 2018 o MPF anunciou, na época temiam que os presos mantivessem sua estrutura nomeando parentes e funcionários na ALERJ.

07/02/2019 18h19

Tudo aponta que o plano exposto pelo Ministério Público Federal em novembro do ano passado(2018) começa a ser executado através de Franciane Motta(MDB), dep. estadual no RJ.

Na época o MPF temia que após a prisão de boa parte dos integrantes da quadrilha envolvida nos esquemas de corrupção do Rio de Janeiro, os caciques continuassem a manter o seu poder por meio de aliados que continuariam a nomear e instalar no setor público todo o seu exército, dentre eles seus parentes.

Confirmando a tese, segundo o diário oficial do Rio de Janeiro, Franciane Motta(MDB), esposa de Paulo Melo, preso na operação cadeia velha, nomeou em seu gabinete a mãe de Sérgio Cabral, ex-governador do RJ que acumula mais de 100 anos de prisão.

Coordenador estadual do MBL no Rio de Janeiro, Estudante de Gestão Pública e defensor da Vida, liberdade e propriedade.