fbpx
ALERJ
Entrevista: Rodrigo Amorim humilha Renata Souza (PSOL) na ALERJ

O deputado e a base aliada do governo queriam a cassação do mandato da deputada Renata Souza (PSOL).

15/05/2019 13h07

O episódio do governador Wilson Witzel dentro do helicóptero numa operação policial dividiu opiniões, mas em maioria houve aceitação, já que esse é o tipo de política de segurança pública mais verossímil que o cidadão fluminense escolheu nas urnas após tanto sofrimento na mão de marginais.

A turma dos PSOL fez alarde com a ação e construiu a narrativa de “governador genocida” para lacrar fora do país.

Renata Souza, deputada pelo PSOL e líder da comissão de Direitos Humanos, enviou uma carta para a ONU denunciando o governador por promover genocídio no Rio de Janeiro.

No entanto, a base aliada do governador e figuras conhecidas do PSL notaram irregularidade na carta, onde Renata teria assinado em nome da comissão de Direitos Humanos sem que a própria comissão soubesse.

Ontem, 14/05/2019, estivemos na ALERJ e presenciamos o grande debate a cerca do assunto. Aproveitamos para entrevistar o deputado Rodrigo Amorim: https://www.facebook.com/1556265197955143/posts/2290797314501924?sfns=mo

Coordenador estadual do MBL no Rio de Janeiro, Estudante de Gestão Pública e defensor da Vida, liberdade e propriedade.