fbpx
Rio de Janeiro
Em audiência pública, Deputado propaga Fake News sobre Reforma da previdência

Em uma sessão pública, para debater sobre a reforma da previdência, o Deputado federal Áureo, propaga Fake News, e priva membro do MBL de comentar sobre o assunto

27/04/2019 15h08

O Deputado federal, Aureo Ribeiro (Solidariedade), mediou ontem na câmara municipal de Duque de Caxias, uma audiência pública para falar sobre a reforma da previdência, um dos temas mais discutidos atualmente no cenário político bem como ma sociedade de um modo geral.

A mesa do deputado, foi composta por segundo eles um “representante” de cada núcleo da sociedade, mas, na verdade ali estavam presidentes de sindicatos de professores da rede pública, líderes sindicais dos professores da rede privada, presidente do sindicato estadual dos metalúrgicos, dentre outros sindicalistas, a sociedade civil, foi representada por um integrante do MBL, Matheus Silva.


O Deputado, Áureo, no meio de seu discurso na Câmara, replicou uma Fake News que circulou na CCJ, na sessão da Reforma da Previdência, atacando a ideia de capitalização previdenciária, sistema adotado pelo Chile, o deputado disse “o Chile é o país com a maior taxa de suicídios de idosos da América latina, é isso o vocês querem para o Brasil?”, quando na verdade, o país com o maior índice de suicídios de idosos é Cuba.

A mediadora da audiência plenária, informou que “como o Deputado é um político do povo, cada um representante, de cada setor alí presente, na mesa, teria o direito a fala, os integrantes do MBL que compareceram a sessão, aguardaram por aproximadamente, uma hora e meia, entre o tempo que o deputado discursava e o tempo de outros representantes.

Quando chegou a vez do representante da sociedade civil organizada, expressar o seu ponto sobre o assunto abordado na sessão, a mediadora convidou um membro da OAB, que por sinal havia acabado de chegar, com quase duas horas do início do evento, cerceando o direito de resposta do MBL, mesmo a sessão sendo pública, e no início da mesma, o Deputado haver dito que todos na mesa, teriam o direito a comentar sobre a reforma.