fbpx
Rio de Janeiro
Deputado Estadual, Vandro Família, de Magé, na Baixada Fluminense, é alvo de investigação da (DHBF), por possível ligação com milícias

Operação policial visa o Deputado Estadual Vandro Lopes Gonçalves, do partido Solidariedade, o Vandro família, por suposto envolvimento em Homicídio de suplente de vereador em Magé.

23/05/2019 14h09

O Delegado Moisés Santana, da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) estava em um endereço do Deputado para cumprir mandato de busca e apreensão, além deste a polícia ainda possui mais 18 mandados em endereços diferentes, dentre eles Petrópolis, Magé e outros municípios do Estado.

Quando questionado sobre o que estava procurando, o delegado disse “o objetivo da operação é cumprir 19 mandados de busca e apreensão, relacionados à investigações do homicídio do suplente de vereador, Paulinho P9, que na época do ocorrido era oposição ao então Prefeito Vandro Lopes, segundo suspeitas Vandro teria sido o mandante deste homicídio, executado por um grupo de extermínio atuante em Magé, ligado ao suspeito que era o prefeito na época”.

Vandro Família outros antecedentes criminais, o mesmo já foi preso pela DRACO(Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais) justamente pelo envolvimento com milícias e homicídios na cidade de Magé, Baixada Fluminense. Segundo o delegado ele é suspeito de participar de um grupo de extermínio atuante na cidade.

A operação visa principalmente aprender celulares, armas de fogo, computadores e/ou quaisquer outras provas que possam elucidar melhor o crime.

Paulinho P9 foi candidato a vereador pelo município de Magé, pelo PTB nas eleições de 2016, o mesmo foi assassinado dentro do próprio carro, aos 33 anos, o homicídio aconteceu em março do ano passado.

Fonte: g1.com, odia.com