fbpx
Rio de Janeiro
Deputado estadual no RJ é acusado de envolvimento no esquema de corrupção em Belford Roxo

Marcio Canella está proibido de entrar em qualquer órgão público da cidade de Belford Roxo

02/05/2019 10h52

De acordo com o Ministério Público, o grupo político do prefeito de Belford Roxo, Wagner dos Santos Carneiro, o Waguinho (MDB), forjava contratos sem licitação para alugar imóveis no município que pertenciam a doadores de campanhas eleitorais

O deputado estadual Márcio Canella (MDB) também foi acusado de participar do esquema. Canella foi vice-prefeito na chapa de Waguinho antes de assumir mandato como deputado estadual. O deputado do MDB também está proibido de entrar em qualquer entidade pública da cidade de Belford Roxo.

Na denúncia da Operação Metano, os promotores identificaram o caso como “aluguel amigo”. As beneficiadas eram a SSS Empreendimentos e Participações, que, em dois anos, recebeu R$ 817,2 mil, e a AJ Batista Assessoria Contábil, com R$ 360 mil.

Coordenador estadual do MBL no Rio de Janeiro, Estudante de Gestão Pública e defensor da Vida, liberdade e propriedade.