fbpx
Rio de Janeiro
Câmara de Nilópolis aprova regulamentação de aplicativos de transporte

Por seis votos a quatro, a câmara municipal de Nilópolis aprova a regulamentação de aplicativos de transporte público

08/05/2019 00h10

Nesta terça-feira(07), foi aprovada na Câmara municipal de Nilópolis, um Projeto de Lei Ordinária, N° 23 de 05 de dezembro de 2018, que tem como autor, o Vereador Mauro Rogério do Nascimento de Jesus, o Maurinho, esse projeto visa regulamentação de transportes por aplicativos.

O projeto já foi votado e aprovado em outros municípios do Estado do Rio de Janeiro, ele visa regulamentar o trabalho dos motoristas de  aplicativos, tendo como os principais o Cabify, Uber e 99taxis. De um modo geral, caso a proposta seja aprovada pelo chefe do executivo, o Prefeito Farid, o custo do transporte irá ficar mais alto para o usuário, além do acréscimo no custo para o motorista, e o controle da frota que não poderá ser maior que a de táxi.

A votação ocorreu, terminou com 6 vereadores votando a favor do projeto, que são eles:
BETINHO BATISTA
FARRUSQUINHA
MAURINHO
BOLA GALEGO
RAFAEL NOBRE
ZÉ RIBEIRO

E 4 vereadores votando contra o projeto, que são eles:

JORGE ELOY
TREMBÃO
ABRAÃOZINHO
JORJÃO

O Vereador Pedro Alfredo faltou a sessão, e o vereador Dedinho não vota por ser o presidente da casa.

Bruno Souza, coordenador do MBL Nilópolis, comenta a derrota sofrida pela população.
“O Projetado vai encarecer as corridas na cidade para a população é o primeiro ponto negativo do projeto o Uber já paga impostos e terá mas uma taxa municipal a ser acrescida e no final isso é repassado para o povo, o segundo ponto ruim é a padronização que dependendo de como for pode inviabilizar o aluguel de carros haja vista que a maioria dos motorista não são donos dos seus veículos, terceiro e o pior ponto é a cerca digital que irá proibir de motoristas não cadastrados na secretaria de transportes de pegar passageiros na cidade, acredito que o motorista que vir de longe para a cidade deixará de fazer a corrida quando perceber que aqui não poderá pegar outro passageiro para retornar ou o mesmo irá cobrar uma valor maior para suprir essa volta até um ponto que pode pegar outro passageiro. Perdem o povo nilopolitano e os trabalhadores de aplicativos.”


O projeto foi aprovado, e a regulamentação do Uber e outros aplicativos de mobilidade urbana no município de Nilópolis, segue para a sanção ou o veto do prefeito.

O MBL de Nilópolis, lançou uma campanha nas redes sociais, pedindo que o Prefeito Vete o projeto, que é o #VetaFarid

Leiam o projeto e entendam o que ele vai influenciar na cidade https://drive.google.com/drive/folders/1oFqigqZnDSs01sYMmZEmFtbfRJWxj0DJ