Covas se licencia da prefeitura e Ricardo Nunes assume suas funções
O prefeito se licenciará para tratar seu câncer

Neste domingo (2), o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), decidiu pedir licença do cargo devido ao tratamento médico do seu câncer. Em 2019 Covas foi diagnosticado com um tumor na região da cardia, transição do estômago para o esôfago. No último mês ele teve uma piora, com o avanço do câncer para seu fígado e ossos. Com isso, seu vice, Ricardo Nunes (MDB), assumirá o comando da maior cidade da América Latina.

Apesar de Covas ter recebido alta na última semana, deixando o Hospital Sírio-Libanês, seu quadro é bem delicado. Foi divulgado que o prefeito seguiria com sessões de quimioterapia a cada 15 dias que começariam neste fim de semana. No entanto, elas foram adiadas pois sua equipe médica prefere aguardar o resultado dos exames pendentes.

Com a ascensão do MDB à prefeitura de São Paulo, a cúpula do PSDB no estado observa com ressalvas, ainda mais tendo em vista o tempo que Covas poderá se ausentar. Nunes é um forte aliado do presidente da Câmara Municipal, Milton Leite (DEM). O vice-prefeito foi vereador na capital entre 2013 e 2020.

Com isso, o MDB passará a tem controle sobre 5 capitais do país: Teresina-PI, Porto Alegre-RS, Cuiabá-MT, Boa Vista- RR, e agora, São Paulo-SP.

Contém informações da Folha de São Paulo.

Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria