fbpx
Paraná
Deputado paranaense, Paulo Martins, destaca-se nacionalmente pala defesa da liberdade de expressão

O parlamentar ganhou destaque nacional após forte discurso em defesa da liberdade de expressão

18/04/2019 00h14

Nas últimas semanas, o cenário político brasileiro entrou em debates acalorados acerca da liberdade de expressão. Isso motivado por, sobretudo, dois casos específicos: a condenação imoral de Danilo Gentili em um processo movido pela deputada Maria do Rosário (PT) e, mais recentemente, a investigação ordenada pelo ministro Dias Toffoli que resultou em mandados de busca e apreensão na casa de alguns internautas e na determinação para que dois veículos de informação retirassem do ar conteúdos relacionados a ele.

Nesse caos em que se encontra o debate público, o deputado federal Paulo Martins destaca-se por suas opiniões equilibradas acerca da liberdade de imprensa, e seus limites. Em um discurso no plenário da Câmara, o presidente do PSC no Paraná não se calou diante da decisão do Ministro do Supremo, Alexandre de Moraes, que determinava tirar do ar as reportagens do site “O Antagonista” e da “Revista Crusoé”, que mencionavam o colega, também ministro, Dias Toffoli, em investigações da Lava Jato.

“Defender a liberdade de expressão não é uma pauta de quem é oposição ou de quem é governo. É uma pauta de quem é democrata. E eu quero ver quem é democrata quando aquilo que está sendo dito é diferente daquilo que você pensa e mesmo assim, você sai em sua defesa”, pontuou Paulo.

Seu forte discurso repercutiu nacionalmente na internet. Recentemente, o deputado paranaense entrou para o ranking dos dez parlamentares mais influentes do país nas redes sociais, de acordo com o levantamento FSBinfluência Congresso. Paulo Eduardo Martins não se abstém de temas polêmicos, mantendo-se firme em seu apoio àqueles que almejam enxugar a máquina pública.

Entusiasta política e acadêmica de Engenharia Química (UFPR) nas horas vagas; liberal na economia e nos costumes. Diretamente da República de Curitiba.