Vídeo: Deputado do PSOL diz que Bolsonaro “está para morrer”

A declaração do psolista Edmilson Rodrigues foi feita ontem em entrevista à TV Câmara

bolsonaro
 8 de fevereiro de 2019 | 17h01
Por André Valeriano

O deputado federal pelo PSOL, Edmilson Rodrigues, disse ontem (7), em entrevista à TV Câmara que o presidente Jair Bolsonaro “está para morrer” e que o obrigaram a reassumir o cargo por supostas desconfianças em relação ao vice-presidente, Hamilton Mourão.

A declaração veio após ser perguntado sobre o governo tentar avançar, ao mesmo tempo, com as tramitações da reforma da Previdência e do pacote anticrime do ministro Sérgio Moro no Congresso.

“Olha, eu acho que o governo deve ter sua estratégia, mas não se entende. Nem vice… o presidente está para morrer. Mas a sua assessoria mais direta praticamente o obrigou, o constrangeu a reassumir o cargo porque ele não tem confiança no vice”, disse o psolista.

Após a repercussão da declaração, o deputado estadual Delegado Francischini (PSL-PR) disse que o PSL vai acionar o Conselho de Ética da Câmara dos Deputados contra Rodrigues. “Deputado do PSOL diz em entrevista que Bolsonaro está para morrer! Intenções criminosas deste partido. Com certeza, a executiva nacional do PSL vai encaminhar este caso, através de nossos Deputados, para o Conselho de Ética!”, escreveu Francischini em sua conta no Faceboook .

Bolsonaro está internado há 12 dias no hospital Albert Einstein, onde deu entrada para ser submetido à cirurgia de reconstrução do fluxo intestinal. O quadro de saúde de Bolsonaro, segundo o último boletim médico do Hospital Albert Einstein é estável e apresenta “ótima evolução”, sem precisar usar sonda e sem apresentar febre.

Confira o Vídeo: