fbpx
Vídeo
Vídeo: Deputada do PSOL fala bobagens e leva resposta de Holiday

Talíria Petrone passou vergonha mais uma vez.

16/05/2019 09h18

Durante sessão solene na última terça-feira (14) em homenagem aos 131 anos da assinatura da Lei Áurea, integrantes do Movimento negro, entre eles a deputada federal Talíria Petrone (PSOL-RJ), interromperam a sessão aos gritos.

Os militantes defendiam que a assinatura da Lei Áurea não deveria ser comemorada por que aquele não seria um dia de felicidade para os negros. A deputada Petrone do PSOL ainda disse o absurdo de que a miscigenação no Brasil é o resultado da violação sexual de negras no país.

O vereador de São Paulo, Fernando Holiday (DEM), rebateu a fala de Talíria e a atuação dos movimentos negros e de esquerda ao usarem as minorias, especialmente as negras, como massa de manobra, mantendo-os em uma “senzala ideológica”.

Assista a fala de ambos:

Estudante de ciências econômicas na Universidade de São Paulo e membro do movimento Neoiluminismo. Liberal convicto admirador da filosofia prática kantiana, economia ortodoxa, Hayek e história econômica institucional.