Governo
Vídeo: Bolsonaro cobra que PF encontre mandantes de facada

Internado no hospital Albert Einstein, o presidente cobrou as autoridades que encontrem o mandante da facada que sofreu no ano passado

10/02/2019 18h07

Bolsonaro está internado no hospital Albert Einstein desde o dia 28 de janeiro. Foto: Reprodução/Youtube

O presidente Jair Bolsonaro publicou neste domingo (10) um primeiro vídeo gravado no hospital Albert Einstein cobrando a Polícia Federal para que investigue e encontre os mandantes da facada que sofreu durante a campanha eleitoral, em Juiz de Fora (MG).

“Também espero da nossa querida Polícia Federal, polícia que nos orgulha a todos, que tenha uma solução para o nosso caso nas próximas semanas. Esse crime, essa tentativa de homicídio, esse ato terrorista praticado por um ex-integrante do PSol não pode ficar impune. E nós queremos sim, e gostaríamos, que a PF indicasse, obviamente que com dados concretos, quem foi ou quem foram os responsáveis por determinar que o Adélio praticasse aquele crime”, disse Bolsonaro em vídeo.

Bolsonaro foi esfaqueado no dia 6 de setembro, durante ato de campanha por Adélio Bispo de Oliveira, que está preso desde então. Adélio foi filiado ao PSol até 2014. A Polícia Federal não encontrou indícios no inquérito do caso – já concluído – de que o crime tenha qualquer ligação partidária e de que exista outros envolvidos, apesar de ter classificado o caso como um claro crime político. Uma segunda investigação foi aberta para descobrir quem são os responsáveis por pagar pela defesa de Adélio.

Confira a declaração de Bolsonaro: