fbpx
Educação » MBL » MBL Estudantil » Paraíba
Vereadores paraibanos denunciam novos ataques à estudantes de direita em escolas públicas, veja

Em uma escola, uma conselheira tutelar atacou estudantes de direita

16/08/2019 22h18

Recentemente, recebemos inúmeras denúncias de hegemonia esquerdista dentro das escolas do estado da Paraíba, estado nordestino governado por João Azevedo, do PSB.

A vereadora paraibana Eliza Virginia (PP), integrante da frente parlamentar de educação, denunciou alguns destes episódios. Ela afirmou ter ido em uma escola estadual, onde uma conselheira tutelar utilizou do auditório de uma escola pública para realizar uma campanha contrária à uma chapa no Grêmio (já eleito) da escola, formada por pessoas de direita, como por exemplo membros do MBL.

Além de Virgínia, o vereador de João Pessoa (PB), Carlão, eleito pelo PSDC e membro da frente parlamentar de educação, também se pronunciou sobre o caso e criticou os absurdos ocorridos nas escolas públicas do estado. “Nós fizemos a visita à escola, conversamos com o diretor pedagógico, fomos muito bem atendidos, mas entendo sim que esta conselheira agiu de forma direta, e aí contrária à pessoas que tem o pensamento diferente, e este tipo de preconceito nós não podemos admitir nesta casa”, salientou.

“Às vezes, por falta de conhecimento, por falta de formação política que algumas pessoas não estão sabendo conduzir (o grêmio). Então, quando ‘for ter’ eleição ‘para grêmio’, por favor… por favor, avaliem. Avaliem, porque é muito triste saber que o grêmio da escola onde saiu Ricardo Coutinho (ex governador da Paraíba, também pelo PSB), saiu vários grandes outros políticos da Paraíba está nas mãos do MBL”, disse a conselheira Verônica Luna da Silva de Oliveira, em vídeo aliás.

Pelo visto, a esquerda se auto-classifica como sendo a detentora do conhecimento, da razão e do “pensamento crítico”, e crê que, caso você não se renda ao socialismo, ao comunismo ou à social-democracia barata, você é um ser sem desprovido de dotes mentais, que não possui um pingo de intelectualidade, e que é mais um dos “alienados de direita”.

Mal sabem ou notam (ou se notam, fingem-se de desentendidos, para não “perderem a pose”) que, na verdade, são eles quem, desde sempre, tem seguido o efeito “boiada”, pensado sempre dentro da mesma caixinha, repetindo discursos prontos (as ditas “lacradas”) e retransmitindo pensamentos dos outros, tidas como “intelectuais”, mas jamais utilizando da racionalidade própria e do livre pensar.

De fato, são o que podemos classificar como “ovelhas mudas caminhando ao matadouro”, que apenas escutam calados as ordens dos seus líderes e prostram-se como súditos, que obedecem de bom grado o que lhes fora passado.

Não obstante à cegueira canhota, os esquerdistas ainda fazem questão de compartilhar o desconhecimento em massa às futuras gerações, e classifica como “falta de formação política” a oposição às suas políticas chulas, que nada mais geram senão genocídios (vide o caso Mao Tse Tung, na China), fome (vide o caso do também genocida Stalin, na URSS) e crises (vide uma ex presidente do país onde estamos, que creio que nem seja necessário citar o nome).

O vídeo foi publicado no Instagram oficial do MBL – Paraíba, e pode ser acessado clicando aqui.

Bacharelando em administração pela UFPB.