fbpx
Governo » MEC
No Twitter, Bolsonaro comemora cancelamento de seleção de transexuais em Universidade

Se todos são iguais, precisa existir cota?

16/07/2019 16h16

Em seu Twitter oficial, o presidente Jair Messias Bolsonaro comemorou a suspensão do processo seletivo da Universidade da Integração da Lusofonia Afro-Brasileira que seria destinado a candidatos “transexuais, travestis, intersexuais e não binários”.

“A Universidade da Integração da Lusofonia Afro-Brasileira (Federal) lançou vestibular para candidatos TRANSEXUAL (sic), TRAVESTIS, INTERSEXUAIS e pessoas NÃO BINÁRIOS. Com intervenção do MEC, a reitoria se posicionou pela suspensão imediata do edital e sua anulação a posteriori”, escreveu.

Nos comentários, os usuários se dividiram entre críticas e elogios. O Felipe Dias, por exemplo, ressaltou que não existe distinção entre as pessoas e parabenizou Bolsonaro:

A Shy Patriota também gostou e escreveu: “Foi para isso o meu voto!”:

Já o Bdon apontou que o processo seletivo “poderia mudar a vida de outras pessoas que vivem marginalizadas”:

Quem também não gostou nada do Tweet foi a UNE, que escreveu ao presidente: “Você deveria intervir para que a UFMT pudesse ter a energia religada”:

E você, querido leitor, o que acha? Se todos são iguais, precisa existir cota? Deixe seu comentário 😉

Professor de filosofia, jornalista e diretor do movimento Neoiluminismo. Entusiasta da filosofia, [geo]política, economia e literatura.