Governo
Sérgio Moro se recusou a comentar sobre Bolsonaro ter pensado em demiti-lo

Moro, entretanto, apenas respondeu à Crusoé “sem comentários”.

13/01/2020 15h25

Após serem veiculadas informações de que o presidente Jair Bolsonaro teria pensando em demitir o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, em agosto do ano passado, o ex-juiz foi questionado acerca da notícia, nesta segunda-feira (13/01). Moro, entretanto, apenas respondeu à Crusoé “sem comentários”.

O fato foi contado pela jornalista Thays Oyama, no livro intitulado como “Tormenta – O governo Bolsonaro: crises, intrigas e segredos”, o qual discorre sobre o primeiro ano de governo Bolsonaro.

De acordo com a obra, Jair Bolsonaro cogitou a exoneração do ministro após Moro criticar a decisão do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, que paralisou as investigações que utilizava dados do extinto Coaf e blindava as investigações contra o senador Flávio Bolsonaro no caso Queiroz.

Continue lendo!

Entusiasta política e acadêmica de Engenharia Química (UFPR) nas horas vagas; liberal na economia e nos costumes. Diretamente da República de Curitiba.