fbpx
Senado Federal
Sérgio Moro irá ao Senado se pronunciar sobre vazamentos

O presidente do Senado Davi Alcolumbre confirmou presença do ministro

11/06/2019 17h23

Foto: Divulgação/Ministério da Justiça

Após o vazamento de conversas do Telegram entre o ministro da Justiça Sérgio Moro e o procurador da Lava-Jato Deltan Dallagnol, o clima de tensão fez Moro ouvir o conselho do presidente do Senado Davi Alcolumbre (DEM-AP) e decidir que irá comparecer de forma espontânea na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado para falar sobre as mensagens trocadas.

Nesta terça-feira (11 jun. 2019) o Senado comunicou via Twitter da entidade a ida do ministro até o Senado.

“Sérgio Moro: Presidente Davi Alcolumbre anuncia em Plenário que na próxima quarta-feira (19), às 9h, o ministro da Justiça, Sérgio Moro, irá à Comissão de Constituição e Justiça prestar esclarecimento aos senadores”, disse a entidade.

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), entregou um documento a Alcolumbre informando que Moro se dispôs a ir ao Senado.

“Manifestamos a nossa confiança no ministro Sergio Moro, certos de que está será uma oportunidade para que ele demonstre a sua lisura e correção como juiz federal, refutando as críticas e ilações a respeito de sua conduta à frente da Operação Lava-Jato”, declarou o Bezerra.

Professor de filosofia e diretor do movimento Neoiluminismo. Entusiasta da filosofia política e ética; filosofia kantiana, da linguagem, da mente, metafísica e lógica.