Governo
“Se Bolsonaro tiver que demitir Moro, ele vai demitir e acabou”, diz Mourão

Para Mourão, Bolsonaro não é refém de ninguém.

07/02/2020 12h21

Em entrevista à Revista Crusoé, divulgada na manhã desta sexta-feira (07/02), o vice-presidente, General Hamilton Mourão, negou que o presidente Jair Bolsonaro seja vítima da popularidade que o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, possui nacionalmente.

“Em absoluto. O presidente tem plena consciência de que o ministro Sergio Moro trouxe para o nosso governo uma capacidade muito grande à área da Justiça e da Segurança Pública. Ele (Moro) é uma figura popular, o presidente reconhece, mas não é refém do ministro. Se por acaso ele tiver que demiti-lo, ele vai demitir e acabou. O presidente não é refém de ninguém.”, disse o vice-presidente.

O militar tem apresentado uma postura mais fiel a Jair Bolsonaro e tem evitado rusgas dentro do governo.

As informações são de O Antagonista.

Continue lendo!

Uma jovem que migrou da Engenharia Química para a Política e o Jornalismo. Encontra sua vertente ideológica no Liberalismo, mas entende que é preciso buscar o tangível para solucionar os problemas da sociedade.