Política Internacional
‘São bombas nucleares que garantem a paz’, diz Eduardo Bolsonaro

Eduardo defende a posse de armas nucleares para o Brasil

14/05/2019 21h28

Durante um evento da Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados, Eduardo Bolsonaro (PSL), que é presidente dessa comissão, defendeu que o Brasil tivesse a posse de armas nucleares como garantia de paz e respeito de outras nações.

“São bombas nucleares que garantem a paz. Se nós já tivéssemos os submarinos nucleares já finalizados, que têm uma economia muito maior dentro d’água; se nós tivéssemos um efetivo maior, talvez fossemos levados mais a sério pelo [Nicolás] Maduro, ou temidos pela China ou pela Rússia”, disse Eduardo as alunos da Escola Superior de Guerra.

Todavia, o deputado disse que reconhece que o momento não é propício para que essa pauta seja levantada, tendo em vista coisas mais urgentes como o caso da Venezuela.

“Não é pauta nesse momento, eu sequer vejo debate nesse sentido” completou ele.

Em seguida, Eduardo falou sobre a questão da Venezuela e deixou no ar os perigos da situação.

“Estamos tendo um problema com a Venezuela, e o politicamente correto me impede de falar algumas coisas, então tenho que falar que está tudo muito bem, que nós nunca entraremos em guerra e podem ficar tranquilos. É claro, é uma ironia o que eu estou falando”, declarou. As informações são do Antagonista.

Professor de filosofia e diretor do movimento Neoiluminismo. Entusiasta da filosofia política e ética; filosofia kantiana, da linguagem, da mente, metafísica e lógica.