fbpx
Paraná » PT
Requião afirma que PT é uma espécie de seita religiosa

O ex-senador também disse que gostaria de debater com Sérgio Moro em possível disputa pelo Senado.

24/06/2019 14h49

Em entrevista à Gazeta do Povo, o ex-senador Roberto Requião foi questionado sobre uma possível mudança de partido, em especial para o PT. Requião respondeu:

“O PT tem um problema. Tem uma base muito boa. Acho que é o partido mais próximo do povo. Mas tem também uma louvação por políticos que não mereciam. É uma espécie de uma seita religiosa. Não faz uma análise dos erros que cometeram. Não o Lula, porque eu conheci bem o Lula, e disse a você que aquela história do apartamento e do sítio é absolutamente ridícula. Jamais poderia ser preso.”

Ainda que demonstre entender a doença envolvida no lulopetismo, Requião se mantém cego quanto às condenações do ex-presidente, demonstrando grande incoerência cognitiva.

O ex-senador ainda comentou sobre a possibilidade de voltar a se candidatar – Requião era favorito para o Senado, porém sofreu uma derrota histórica no Paraná nas eleições de 2018. Confira a resposta do emedebista:

“Não sei, vamos ver. Eu sou um militante político, eu não paro. Mandato não altera a minha posição. Tenho aqui o Facebook, o Twitter. Vou colocando minhas ideias. Não precisa de mandato para isso. Mas isso não significa que eu não vá disputar. De repente eu disputo o Senado com o [Sergio] Moro. Seria interessante o meu debate com o Moro”, afirmou Requião.

O ex-senador – conhecido também como “Maria Louca” – parece seguir sem manter um contato plausível com a realidade. A retórica esquerdista que colocava Moro como um detentor de aspirações políticas secretas vem caindo por terra a cada novo vazamento de conversas hackeadas do Intercept.

E, caso Sérgio Moro de fato se candidatasse ao Senado, com certeza seria mais um dos nomes que garantiriam a derrota de Requião.

Liberal sem paciência para extremos. Críticas e afins: @maiarapiva no Twitter.