fbpx
Mídia
Repercussão da briga entre Glenn e Augusto Nunes: solidarização, repúdio e memes

A tarde desta quinta-feira (07/11) começou um tanto ou quanto surpreendente: os jornalistas Augusto Nunes e Glenn

07/11/2019 16h46

A tarde desta quinta-feira (07/11) começou um tanto ou quanto surpreendente: os jornalistas Augusto Nunes e Glenn Greenwald, ao participarem do programa Pânico na Rádio, foram às vias de fato durante uma discussão acalorada.

O colunista da Veja já havia acusado publicamente Greenwald de “não cuidar de seus filhos adotivos”, fato que suscitou grande revolta no americano e, por isso, Glenn chamou Nunes de covarde. Ao ouvir a acusação, o brasileiro perdeu a paciência e tentou dar um soco no outro jornalista. Sem muito sucesso, ambos tentaram se atacar mutuamente.

Após o ocorrido, inúmeras figuras públicas de diferentes vieses ideológicos prestaram solidariedade a algum dos dois jornalistas.

Carlos Bolsonaro, por exemplo, postou, em sua conta do Twitter, uma mensagem de apoio ao jornalista Augusto Nunes:

Já o pdetista Ciro Gomes – o qual, inclusive, já deu um pescotapa no deputado estadual Arthur do Val – prestou solidariedade ao responsável pela publicação das conversas entre autoridades da Operação Lava Jato:

Entusiasta política e acadêmica de Engenharia Química (UFPR) nas horas vagas; liberal na economia e nos costumes. Diretamente da República de Curitiba.