fbpx
Economia
Queda na taxa de juros estimula portabilidade de financiamentos

Boa notícia para quem paga financiamento.

04/11/2019 09h49

Após manobra para aquecer a economia brasileira que gerou uma queda história da taxa Selic – de 6,5% para 5% – durante o governo Bolsonaro, o setor imobiliário seguiu a tendência e a taxa média de crédito imobiliário passou de 8,92% para 7,71%.

Tal redução pode se tornar vantajosa para os que buscam adquirir um imóvel ou conseguir condições mais favoráveis para o seu financiamento.

Ainda que a queda na taxa seja interessante, cabe ao comprador analisar os custos da portabilidade do financiamento: custos de avaliação do imóvel e do registro no cartório, bem como a taxa de administração das contas. Segundo Marcelo Prata, fundador do site Canal do Crédito à Gazeta do Povo, “todo esse processo sai em torno de R$ 3,7 mil, para uma casa avaliada em R$ 500 mil na cidade de São Paulo”.

Se você tem um financiamento, deve organizar seu tempo e analisar a possibilidade de levar sua dívida a outro banco, pois a economia pode chegar a 15%, entretanto, muita atenção com os custos da portabilidade.

Liberal sem paciência para extremos. Críticas e afins: @maiarapiva no Twitter.