fbpx
Governo
PSL suspende Eduardo Bolsonaro por 1 ano

A legenda puniu outros 17 parlamentares bolsonaristas

03/12/2019 14h58

O Diretório Nacional do PSL confirmou nesta terça-feira (03) a punição de 18 deputados do partido, entre advertência e suspensões das atividades partidárias. Eduardo Bolsonaro (SP), foi um dos que teve a maior punição, com 12 meses de suspensão. Com isso, ele poderá ser destituído da liderança.

Além de Eduardo, Bibo Nunes (RS), Alê Silva (MG) e Daniel Silveira (RJ) também foram suspensos por um ano. A suspensão não possibilita que deputados participem de comissões, assinem listas e falem em nome da sigla no Congresso.

Mais 14 deputados tiveram suspensões definidas 3 e 10 meses. Outros quatro foram advertidos. Parlamentares bolsonaristas alegam que não há especificidade nas regras internas da Casa. As informações são dO Globo.

Professor de filosofia e diretor de jornalismo do MBL. Entusiasta da filosofia, [geo]política, economia e literatura.