Mundo
Primeiro-ministro da Austrália admite falha na gestão dos incêndios no País

Scott Morrison admite falhas na gestão dos incêndios que assolam a Austrália desde setembro.

13/01/2020 09h00

Neste domingo (12), o primeiro-ministro da Austrália, Scott Morrison, finalmente admitiu que podem ter sido cometidos erros na gestão dos incêndios florestais que assolam o País, causando a morte de mais de um bilhão de animais e a possível extinção de algumas espécies. “Há coisas que poderiam ter sido tratadas muito melhor no terreno”, reconheceu Morrison em entrevista à rede de televisão ABC.

O pedido de desculpas do primeiro-ministro australiano vem depois que milhares já pediram a sua renúncia durante os protestos que ocorreram na última sexta-feira (10) em várias cidades do País. Os manifestantes também exigiram que mais recursos sejam destinados ao combate dos incêndios florestais e, a longo prazo, à redução dos efeitos das mudanças climáticas.

Desde setembro, quando os incêndios começaram, milhares de hectares de terra já foram devastados, milhares de casas foram queimadas, mais de um bilhão de animais e quase 30 pessoas já morreram. A fumaça dos incêndios florestais se alastrou a ponto de chegar a outros continentes, como a América Latina. Na semana passada, o Instituto Nacional de Pesquisas Especiais (INPE) divulgou imagens que mostravam a fumaça chegando ao Brasil pelo Rio Grande do Sul.

Morrison sofreu muitas críticas por se recusar a associar a crise climática ao agravamento dos incêndios florestais. O auge da rejeição ocorreu após sua saída de férias para o Havaí, nos Estados Unidos, no meio da crise que assola a Austrália. Ele percebeu isso depois que moradores se recusaram a apertar a sua mão e o insultaram.

Sobre suas políticas para lidar com os efeitos da crise climática, Morrison disse durante a entrevista que “o Governo continuará seus esforços para alcançar os objetivos de reduzir as emissões”. Ele também anunciou que uma investigação pública será lançada para averiguar as causas dos incêndios.

Fonte: O Estado de São Paulo.

Continue lendo…

Advogada. Apaixonada pelo direito ambiental. Viciada em política. Humilde - e levemente sarcástica - proprietária do Blog da Azedinha.