fbpx
Previdência
Presidente do PDT afirma que deputados favoráveis à reforma da Previdência sofrerão processo

O PDT realmente estaria disposto à abdicar de Tabata Amaral?

11/07/2019 10h15

O presidente do PDT – Partido “Democrático” Trabalhista, Carlos Lupi, afirmou em entrevista à Rádio Gaúcha que os 8 deputados que votaram sim na noite de ontem e ajudaram a garantir a vitória dos defensores da nova Previdência irão sofrer processos disciplinares na “Comissão de Ética” do partido.

Sem dúvida alguma, a figura mais emblemática do PDT, o coronel e eterno e incansável presidenciável Ciro Gomes, não estará satisfeito com seus pupilos, em especial Tabata Amaral.

A paulistana e ex-aluna de Harvard optou por votar em consonância com os demais “apadrinhados” de Jorge Paulo Lemann e de forma contrária ao direcionamento do próprio partido.

Tabata era cotada como a nova cara da esquerda brasileira, e Ciro Gomes já havia externalizado sua ilusão em vê-la disputando o cargo executivo da cidade de São Paulo.

Estariam tais planos mortos após a apunhalada ao partido? Ou seria o aumento na aceitação de Tabata pelos brasileiros menos extremistas razão suficiente para mantê-la sob as asas de Ciro?

Outra entusiasta política repleta de opiniões não solicitadas.