fbpx
Esporte
Polícia registra BO de difamação contra acusadora de Neymar

Delegado diz que declaração fere a honra da Polícia Civil

12/06/2019 14h45

Recentemente a modelo, conhecida por acusar o jogador Neymar de abuso, Najila Trindade, acusou a polícia de estar comprada. “É, mas a polícia está comprada né? Ou não? Ou eu estou louca?”, disse. Frente a acusação a Polícia Civil registrou um boletim de difamação, na noite desta terça-feira (11).

Segundo o boletim, o delegado José Fernando Bessa teve ciência das declarações da modelo, ao assistir entrevista concedida por Najila ao jornalista Roberto Cabrini, do SBT.

“Desta feita, analisando o teor das declarações de Najila à imprensa, sobretudo quando questionada acerca das digitais colhidas na porta de seu apartamento, verifico ter sido maculada não só a honra da Polícia CIvil como instituição […], mas, sobretudo a honra objetiva dos servidores lotados no IIRGD [Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt], responsáveis pela coleta do material papidatiloscópico [digitais]”, diz trecho do documento policial.

O delegado acrescenta no boletim que um ofício será encaminhado ao instituto que coletou as digitais no local do suposto furto. “Caso sintam-se [os peritos] atingidos em sua honra, apresentem eventuais representações [contra a modelo]”, diz trecho.

Informações: Folha.

Diretor do movimento Neoiluminismo, coordenador nacional MBL Estudantil e coordenador SFL. Estudante de economia na UFRGS e amante das ciências da complexidade.