Esquerda » Operação Spoofing » PT » Twitter
Petistas ‘choram’ no Twitter após denúncia contra Glenn

Além dos petistas, outros esquerdistas comentaram sobre o caso

22/01/2020 19h53

Após a denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra o jornalista Glenn Greenwald, do site The Intercept, por supostamente colaborar com hackers de autoridades, o ‘choro’ no Twitter entre esquerdistas foi livre, principalmente de petistas, como o ex-presidiário Lula.

Para o ex-detento, o jornalista foi “vítima de mais um evidente abuso de autoridade contra a liberdade de imprensa e a democracia”. Além disso, Lula prestou sua solidariedade a Glenn. Veja:

Além do ex-presidente do Brasil, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, comentou sobre o caso. Para ela, o “MP abusa do poder p/ se vingar de Glenn Greenwald, que denunciou crimes da Lava Jato e parcialidade de Moro contra Lula. Querem estado policial, com mais farsas, ilegalidades e arbitrariedades. PT solidário com Glenn, em defesa da liberdade de imprensa”. Acompanhe a postagem:

Além dos dois petistas, outros esquerdistas famosos como a comunista Manuela D’Ávila (PC do B), que foi candidata a vice-presidente do Brasil numa chapa formada pelo petista Fernando Haddad.

“Minha total solidariedade ao jornalista Glenn Greenwald diante da denúncia do MPF. A Polícia Federal após longa investigação declarou que Glenn não cometeu nenhum crime e que agiu com muita cautela. Estamos diante de um forte ataque à liberdade de imprensa!”, falou ela.

Por fim, o psolista Guilherme Boulos comentou sobre o ocorrido. “O MPF denunciou Glenn Greenwald. Acusação: fazer jornalismo”, escreveu o esquerdista. “A ação foi assinada pelo mesmo procurador que denunciou o presidente da OAB em defesa da “honra” de Moro. Fanáticos vestindo toga”, ressaltou. Veja a publicação:

Bacharelando em administração pela UFPB.