fbpx
Governo » Justiça
“Pena que não foi na Indonésia”, diz Bolsonaro sobre militar preso com drogas na Espanha

Fim da condescendência?

28/06/2019 23h27

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, se manifestou durante entrevista coletiva em Osaka, no Japão, na noite de hoje (28), sobre o militar que trabalhava como comissário de bordo no avião que faz a rota presidencial antes do avião do presidente, e que foi flagrado traficando drogas.

O sargento da Força Aérea, Manuel Silva Rodrigues, foi preso em Sevilha, na Espanha, na última terça-feira (25), levando consigo 39 kg de cocaína.

Bolsonaro, que não gostou nem um pouco da história, afirmou categoricamente :

“Aquele elemento ali traiu a confiança dos demais. Traiu a confiança, sim. Olha, pena que não foi na Indonésia. Eu queria que tivesse sido na Indonésia, tá ok? Ele ia ter o destino que o Archer teve no passado.”

O presidente se refere à Marco Archer, que foi sentenciado à morte na Indonésia no ano de 2015, após tentar entrar no país com 13 kg de cocaína.

Pela declaração de Bolsonaro podemos ver o abismo que existe entre seu governo e os de Lula e Dilma, que chegaram a pedir clemência ao governo da Indonésia, na tentativa frustrada de salvar a vida do traficante brasileiro.

Ao parecer, a inversão de valores da Era lulopetista pode ter seu fim.

Informações são do G1.

Outra entusiasta política repleta de opiniões não solicitadas.