fbpx
Governo
MP pede quebra de sigilo de Ricardo Salles por suspeita de enriquecimento ilícito

O procurador afirmou que a quebra do sigilo é imprescindível para as investigações

09/10/2019 11h02

O Ministério Público de São Paulo pediu a quebra dos sigilos bancário e fiscal do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, para uma investigação sobre um suposto enriquecimento ilícito no período em que ocupou cargos públicos no governo do estado.

O procurador Ricardo Dias Leme afirmou no recurso apresentado à Justiça paulista que a quebra do sigilo é imprescindível. Desde julho, o MP paulista apura a evolução patrimonial de Salles, cujos bens declarados saltaram de R$ 1,4 milhões em 2012 para R$ 8,8 milhões em 2018. Um crescimento real de 335%.

O promotor Ricardo Manuel Castro tentou por duas vezes autorização judicial para quebrar os sigilos do ministro em agosto. As informações são da revista Crusoé.

Entre em nosso canal do Telegram e receba todas as notícias em primeira mão: http://t.me/mblivre

Professor de filosofia e diretor de jornalismo do MBL. Entusiasta da filosofia, [geo]política, economia e literatura.