fbpx
Governo
Moro pede para a PGR investigar o presidente da OAB

Felipe Santa Cruz se referiu a Moro como ‘chefe de quadrilha’

09/08/2019 12h02

O Ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro enviou ontem, 9 de agosto, um ofício para a Procuradoria Geral da República pedindo uma investigação de Felipe Santa Cruz, presidente da OAB.

Escreveu Moro: “Atribuir falsamente ao Ministro da Justiça e Segurança Pública a condição de chefe de quadrilha configura em tese o crime de calúnia do art. 138 do Código Penal. Ainda afirma que o subscritor teria tido acesso a mensagens (“conversas”) de autoridades vítimas de hackeamento, fato que não é verdadeiro, o que também pode configurar crime contra a honra, como difamação”.

Felipe Santa Cruz, o presidente da OAB, é o rosto da oposição a Bolsonaro nas últimas semanas. Polêmico, não teve papas na língua para falar contra Moro, o que rendeu treta até com o presidente da República, que subiu o tom ao falar de Fernando Santa Cruz, pai do Felipe Santa Cruz que desapareceu durante a ditadura militar. Bolsonaro disse em entrevista que saberia onde Fernando está.

O caso fez Felipe entrar no STF para pedir informações sobre o caso.