fbpx
Governo
Maia diz que é um direito de Bolsonaro indicar o filho

Mas ele, pessoalmente, não o faria.

18/07/2019 08h04

Em entrevista à Globo News, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, comentou sobre a possível indicação do filho do presidente Bolsonaro como embaixador brasileiro nos Estados Unidos.

“Acho que, se ele entender que o filho tem as condições e cumpre a legislação brasileira, é um direito dele indicar”, afirmou o deputado do DEM.

Entretanto, salientou que ele, pessoalmente, não faria tal indicação:

“Eu, pessoalmente, não. Mas meu pai já indicou parente para o governo, pessoas de qualidade para o secretariado. Não acho que isso seja um problema, contanto que a pessoa tenha as condições para exercer a função. Eu, pessoalmente, não”.

A decisão, que ainda não foi oficializada, já dividiu grande parte da população. Ao parecer, Rodrigo Maia não pretende perturbar o clima amistoso que vem se desenvolvendo entre o presidente e o centrão nas últimas semanas.

Informações G1.

Liberal sem paciência para extremos. Críticas e afins: @maiarapiva no Twitter.