Política
Lulinha deve R$ 6,8 milhões para OI

Tal pai, tal filho.

06/02/2020 08h47

A operadora de telefonia brasileira Oi cobrou R$ 6,8 milhões de Lulinha, filho mais velho do ex-presidente Lula (PT), por um empréstimo que venceu há dez anos. O documento que foi apreendido pela Polícia Federal (PF) na Gamecorp, empresa do filho de Lulinha, durante as buscas da fase 69 da Lava Jato, em dezembro do ano passado, na operação, também foram apreendidos diferentes contratos com valores de até R$ 4,3 milhões firmados entre a empresa de Lulinha e a Oi.

As informações estavam em um relatório de mídia apreendido elaborado pela PF em janeiro. O documento apresenta dados e informações acerca de 25 itens apreendidos durante cumprimento de mandado da Operação Mapa da Minha. A operação investiga supostos crimes de lavagem de dinheiro, corrupção e trafico de influência envolvendo a Telemar Oi e a Gamecorp/Gol.

Segundo a equipe da Lava Jato, foram identificados créditos feitos pela Oi para o grupo Gamecorp, entre 2004 e 2016, que somam R$ 132 milhões. Segundo a Procuradoria, parte desses recursos foram usados para a compra do sítio de Atibaia, um dos motivos da condenação do ex-presidente Lula. Porém, Lula nega ser o dono.

A defesa de Lulinha afirmou que as atividades entre as empresas “foram devassadas por anos a fio e nenhuma irregularidade foi encontrada” e relembra que o Ministério Público Federal de São Paulo pediu o arquivamento de investigações sobre a relação de sua empresa com a Oi.

Fonte: O Estado de São Paulo

Estudante de Engenharia Civil, corintiano, cristão SUD, um nerd apaixonado por cozinha, humor e muito conhecimento. Membro do MBL Brasília e um preguiçoso redator do MBL NEWS