fbpx
Congresso Nacional
Kim se pronuncia sobre mensagens hackeadas em seu celular

Em entrevista, o deputado se pronunciou sobre seu nome ter sido envolvido nas mensagens hacekadas.

26/07/2019 20h03

Na tarde desta sexta-feira (26/07), veio a público o depoimento completo de Walter Delgathi à Polícia Federal. Na declaração do hacker, ele explica como obteve acesso às mensagens no celular de Sérgio Moro e, com isso, cita diversas figuras políticas que também tiveram seus aparelhos invadidos.

Dentre os hackeados está o deputado federal Kim Kataguiri. Walter alega ter obtido outros números telefônicos por meio da agenda do parlamentar.

Em entrevista ao MBL News, Kim diz estar “surpreso” com a invasão, além de que “espera que eles sofram as consequências da prisão o mais rápido possível”.

Kim também destacou que “essa linha de contato mostra a motivação política do crime, não há interesse político nenhum.”

“Fica bastante clara a vertente ideológica do sujeito [ao postar Kim e Holiday como tontos do MBL]. Estou à disposição das autoridades policiais para elucidar o caso”, completou o deputado.

Entusiasta política e acadêmica de Engenharia Química (UFPR) nas horas vagas; liberal na economia e nos costumes. Diretamente da República de Curitiba.