Câmara dos Deputados » Coronavírus
Kim Kataguiri propõe corte de salário e verba de parlamentares para combater COVID-19

Líder do MBL propõe que 50% dos salários do funcionalismo seja destinado ao Ministério da Saúde.

20/03/2020 18h17

Nesta sexta-feira (20), o deputado federal e líder do Movimento Brasil Livre, Kim Kataguiri, informou que vai protocolar duas propostas de corte de salários e cota parlamentar de membros do Congresso Nacional e da elite do funcionalismo público, visando destinar os recursos para o combate à pandemia de coronavírus que afeta o mundo todo. Apenas no Brasil, já são 904 casos confirmados – e 11 mortes – por COVID-19.

A ideia surgiu após o anúncio do poder Executivo autorizando os empregadores de estabelecimentos que estarão fechados durante a epidemia a cortarem até 50% dos salários dos seus funcionários. Kataguiri acredita que esse deve ser um exemplo a ser dado de cima, começando pelos parlamentes e membros dos demais poderes, que possuem salários infinitamente maiores que os empregados do setor privado afetados pelas medidas de contenção do avanço do coronavírus.

A primeira é um projeto de Decreto-legislativo que destina 50% dos salários de deputados, senadores e assessores do Congresso Nacional para o ministério da Saúde, para que Luiz Henrique Mandetta aplique no combate ao COVID-19. A proposta também destina os valores correspondentes à cota parlamentar – verba que varia de R$ 40 mil a R$ 50 mil por mês por gabinete – para o mesmo fim, haja vista que os congressistas estarão trabalhando em casa durante a epidemia, realizando sessões virtuais, e não utilizarão esse valor extra.

A segunda proposta é um projeto de Lei visando o corte de 50% de salários da elite do funcionalismo público – membros do Judiciário, do Ministério Público, entre outros – enquanto durar a epidemia de COVID-19 no País. O líder do MBL acredita que haverá muita resistência do funcionalismo, mas que esse é um momento de crise e todos devem contribuir para o controle dessa pandemia. Kim Kataguiri ressaltou que esse é um momento onde ideologias devem ser deixadas de lado e todos devem se unir para conter o avanço da doença no País.

Advogada. Apaixonada pelo direito ambiental. Viciada em política. Humilde - e levemente sarcástica - proprietária do Blog da Azedinha.