fbpx
Governo
Invasões de terra caem na gestão Bolsonaro

O discurso de Bolsonaro contra a invasão de terras e a falta de financiamento de movimentos invasores contribuíram para a queda

14/04/2019 21h33

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil/

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) registrou uma queda exponencial no número de invasão de terras no Brasil nos primeiros cem dias de governo do presidente Jair Bolsonaro.

No período, só houve uma invasão de terra no País, situação bem diferente da registrada no mesmo período de 2018, quando ocorreram 43 invasões de propriedades.

Dentre as razões para essa queda, está o discurso enfático de Bolsonaro contra movimentos que promovem invasão de terras como o MST, além da falta de financiamento do setor público, feito por meio de convênios, de entidades e organizações não governamentais, algo que não ocorria nos governos petistas.

Manifestações para comemorar o Dia Nacional da Luta pela Reforma Agrária, na próxima quarta-feira, terá atos limitados a marchas, comercialização de produtos agrícolas e plenárias de debates. A justificativa para o abrandamento é evitar conflitos com forças de segurança nos Estados e com a ala mais radical dos bolsonaristas.

“Temos de esperar diminuir o tensionamento das eleições”, disse João Paulo Rodrigues, integrante da coordenação nacional do MST. “Temos de ser cautelosos.”

As informações são do Estadão.

MST
Jornalista profissional, estudioso de política, economia e amante de automobilismo.