Sem Categoria
“Inexplicável”, diz Santos Cruz sobre Fundão sancionado por Bolsonaro

O general apontou a incoerência de se aprovar um Fundão maior quando as campanhas estão mais baratas.

19/01/2020 22h36

Neste domingo (19), o general Carlos Alberto dos Santos Cruz, ex-ministro-chefe da Secretaria do Governo Bolsonaro, criticou o aumento do valor destinado para o chamado Fundo Especial para Financiamento de Campanha (FEFC). Em sua conta oficial no Twitter, o general da reserva disse que é “inexplicável” o aumento constante do Fundão, uma vez que as campanhas eleitorais vêm se tornando cada vez mais baratas graças ao advento das mídias digitais.

Santos Cruz também destacou que as eleições municipais, por seu caráter local, possuem uma facilidade maior ainda de divulgação das propostas dos candidatos, tornando o Fundo Eleitoral não apenas dispensável, como também abusivo. Já é um escárnio com a população, carente de saúde, educação e saneamento básico, o fato de existir um Fundo Eleitoral, principalmente depois de demonstrada a sua dispensabilidade.

Aumentá-lo, contudo, foi um acinte muito maior. E esse desrespeito com o povo, não apenas foi aprovado pelo Congresso Nacional, como também foi sancionado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, alguém que sabe que o desvio desse dinheiro público para campanhas eleitorais nunca foi necessário, pois se elegeu sem utilizá-lo. Infelizmente, Bolsonaro parece ter esquecido de várias coisas que foram essenciais em sua trajetória até o Palácio do Planalto.

Continue lendo…

Advogada. Apaixonada pelo direito ambiental. Viciada em política. Humilde - e levemente sarcástica - proprietária do Blog da Azedinha.