Racismo
Haddad tenta acusar Bolsonaro de racismo, mas acaba cometendo erro de português

Haddad é Lula, Lula é Haddad!

25/11/2019 10h52

Que petista não é tão instruído nos estudos, todos sabem (Lula que o diga!). Desta vez, o nível de “intelinjêmcia” do ex-prefeito, e também ex-presidenciável, derrotado nas últimas eleições, Fernando Haddad, passou dos limites: foi acusar o presidente Jair Bolsonaro de racismo, mas acabou cometendo um feio erro de português, em sua conta na rede social Twitter.

O petista tinha compartilhado o seu novo texto, de sua coluna no jornal  Folha de S.Paulo , onde discorre sobre o racismo no governo do presidente Bolsonaro. Contudo, o perdedor das eleições 2018 acabou por cometer um assassinato da língua portuguesa ao compartilhar o link no Twitter, e escreveu “rascismo”, ao invés de “racismo”.

A situação virou piada nas redes sociais, e até mesmo o filho do presidente da República, Jair Bolsonaro, o Deputado Federal Eduardo Bolsonaro, aproveitou-se do caso para zoar o ex-prefeito. “O raSCismo nasÇeu com o BoSSanaru. Português não é fácil, todos cometemos erros, mas raSCismo foi a 1ª vez que vi e fica bem pior para um ex-Ministro da EDUCAÇÃO!”, escreveu o parlamentar, que compartilhou um print da publicação original. Veja:

Bacharelando em administração pela UFPB.