Governo
Após de pronunciamento de Bolsonaro, governadores falam em demissão de Mandetta

Para governadores, presidente está fora da realidade sobre coronavírus e ilegitimando trabalho no ministro a frente do Ministério.

24/03/2020 22h50

Na noite desta terça-feira (24), o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), realizou um pronunciamento em rede nacional sobre o atual estado de calamidade pública para contenção e combate ao novo coronavírus no Brasil.

Porém, governadores criticam o pronunciamento de Jair Bolsonaro em rede nacional e dizem que o ministro da Saúde, Doutor Luiz Henrique Mandetta, perdeu legitimidade na pasta.

Tudo porque o presidente voltou a se referir ao coronavírus como “gripezinha”, que o isolamento é exagero, criticou os gestores que optaram por fechar escolas e culpou a imprensa pelo que chama de histeria.

Em seu Twitter, o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), afirmou que a fala indica que “estamos sem direção”.

“Desconectado da realidade, desconectado da ação do Ministério da Saúde, atrapalha o trabalho dos governadores e menospreza os efeitos da pandemia. Os governadores precisam se reunir, estamos sem coordenação. O ministro e os governadores de um lado e o presidente menosprezando a pandemia de outro. O ministro não tem legitimidade para permanecer mais no ministério”, afirmou o capixaba.

Flávio Dino (PC do B), governador do Maranhão, avalia que Bolsonaro “deflagrou o seu próprio processo de impeachment. Está completamente fora da realidade”.

Fonte:

Estudante de Engenharia Civil, corintiano, cristão SUD, um nerd apaixonado por cozinha, humor e muito conhecimento. Membro do MBL Brasília e um preguiçoso redator do MBL NEWS