Destaque » PT
Gleisi Hoffmann diz que “nosso Hitler é Paulo Guedes”

Além disso, a petista afirmou que o neoliberalismo é antidemocrático.

22/01/2020 12h12

Nesta quarta-feira (22/01), a deputada federal Gleisi Hoffmann deu mais uma de suas declarações sem sentido. Desta vez, a petista afirmou que “neoliberalismo não combina com democracia”, além de comparar o ministro da Economia, Paulo Guedes, a Adolf Hitler.

A pérola foi dita pela recém empossada presidente do Partido dos Trabalhadores durante uma entrevista – recheada de absurdos – para o blog de notícias com linha editorial de esquerda Brasil 247.

“Eu li um excelente artigo do Marcelo Zero, logo depois deste episódio, em que ele diz que “nosso Hitler é o Guedes”. E é isso mesmo. A pauta neoliberal pressupõe a destruição da democracia, não tem como se retirar direitos da maioria dentro do processo democrático. Se houver manifestações de rua haverá porrada. Eles já avisaram, se acontecer aqui o que aconteceu no Chile, haverá repressão. Democracia e neoliberalismo não combinam. Então, como formar uma frente ampla com aqueles que estão apoiando o projeto neoliberal? Como se aliar com aqueles que apoiaram a Lava Jato e executaram o impeachment da Dilma? Para eles fazerem discursos, posarem de democratas e depois continuarem apoiando os projetos do Guedes? Não podemos passar um pano nisso. A democracia formal, com eleições, com liberdade, é importante mas democracia não é só isso”, disse a ex-ministra ao ser questionada sobre a “natureza autoritária do governo”.

A moral de Gleisi Hoffmann é para lá de torpe. Para ela, o neoliberalismo é antidemocrático, mas regimes autoritários como o da Venezuela são apenas países “oprimidos pelo imperialismo”. Resta a dúvida se Gleisi realmente não tem noção da realidade, ou se apenas age com falta de caráter mesmo.

Continue lendo!

Entusiasta política e acadêmica de Engenharia Química (UFPR) nas horas vagas; liberal na economia e nos costumes. Diretamente da República de Curitiba.