Câmara dos Deputados
Gleisi aciona STF contra deputadas bolsonaristas por ‘apologia ao crime’

Gleisi Hoffmann acusa Bia Kicis e Carla Zambelli de “incitação e apologia ao crime”.

02/03/2020 21h46

Nesta segunda-feira (02), a deputada federal e presidente do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann, representou criminalmente junto ao Supremo Tribunal Federal contra as colegas de plenário Bia Kicis e Carla Zambelli. A líder petista acusa as bolsonaristas de incitação e apologia ao crime, por terem manifestado aprovação, nas redes sociais, ao vídeo em que Gleisi é hostilizada ao sair de um hotel no Rio de Janeiro.

No vídeo, a deputada petista, acompanhada por sua filha de 14 anos e pelo ex-senador Lindbergh Farias, são hostilizados e quase agredidos por frequentadores do hotel, e logo depois se retiram do estabelecimento. As pessoas na gravação mandam eles “para Cuba”. Em suas manifestações, por meio de suas contas oficiais no twitter, Kicis e Zambelli elogiaram a postura dos frequentadores do hotel, aplaudindo a hostilização à presidente do PT.

Nos termos das representações interpostas contra as deputadas, “as publicações se direcionam a um público de pessoas indignadas, representando um estimulo positivo ao cometimento de atos de violência, o que não deve ser permitido ou sequer considerado aceitável, uma vez que trata-se de apologia à violência travestido de liberdade de expressão, que dissemina ódio e incita a violência física e moral, conduta que é alcançada pelo direito. A criminalização de tais atos é essencial para resguardar a internet e a esfera pública enquanto espaço amplo de convivência social e afastar a sensação de impunidade“.

Advogada. Apaixonada pelo direito ambiental. Viciada em política. Humilde - e levemente sarcástica - proprietária do Blog da Azedinha.