Paraíba » STF
Gilmar Mendes pode decidir sobre a libertação do irmão de ex-governador preso por desviar verba da saúde

Além de Coloriano, Gilmar poderá julgar outros oito alvos da Operação Calvário

15/02/2020 22h40

O desembargador da Paraíba Ricardo Vital de Almeida, responsável pela prisão, em 2019, de Coriolano Coutinho, irmão do ex-governador Ricardo Coutinho (que também chegou a ser preso), enviou ao ministro Gilmar Mendes, do STF, um alerta sobre o risco de soltar o prisioneiro, visto que a suposta quadrilha na qual ele e o irmão teriam atuado chegou a desviar R$ 134 milhões que deveriam ser destinados à saúde na Paraíba.

Em ofício, o desembargador afirma que, além de encabeçar a coleta de propinas, Coloriano estaria intimidando testemunhas “pelo domínio que exerce sobre as forças policiais”. O irmão do ex-governador estaria ainda comandando um esquema de laranjas para ocultar os bens obtidos com os desvios.

“Existe risco concreto de o investigado interferir nas investigações, mediante contato ou ameaças a pessoas, testemunhas e investigados, inclusive ocultando ou fazendo ocultar elementos de prova importantes à elucidação dos fatos investigados na Operação Calvário”, disse Ricardo Vital de Almeida.

Cabe a Gilmar, além de um eventual habeas corpus de Coriolano, a decisão acerca dele pedidos de liberdade de outros oito investigados pela Operação Calvário- Juízo final. Será que Gilmar cederá e compactuará, de alguma forma, com a corrupção no Nordeste? Aguardamos os próximos capítulos.

As informações advém do site O Antagonista.

Somos o MBL News Paraíba. Nossa missão é combater a corrupção, o coronealismo e todos os traços da velha política em nosso estado e no país.