fbpx
STF
Gilmar Mendes nega habeas corpus ao doleiro Dario Messer

A decisão foi publicada nesta quinta-feira no Diário de Justiça Eletrônico do STF

07/11/2019 18h18

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, negou a liminar em Habeas Corpus a Dario Messer, um dos alvos da Lava Jato do Rio de Janeiro. A decisão foi publicada nesta quinta-feira (07) no Diário de Justiça Eletrônico da Suprema Corte.

“O STJ, ao julgar o RHC 114.552/RJ, consignou o seguinte: há que se ponderar a condição de fuga por longo período, mesmo com o nome do recorrente incluído no sistema de difusão vermelha da Interpol. Ele demonstrou a intenção de se furtar à aplicação da lei penal e também a disponibilidade de meios para alcançar seu intento, fatos que, reforçados pela maior gravidade das condutas a ele atribuídas, o difere dos outros acusados que respondem soltos à ação penal”, declarou em decisão.

Segundo o ministro, a segregação cautelar de Dario Messer é muito recente e “não é possível concluir que os riscos assinalados pelo juiz de primeiro grau se esmaeceram”. As informações são do portal Conjur.

Professor de filosofia, jornalista e diretor do movimento Neoiluminismo. Entusiasta da filosofia, [geo]política, economia e literatura.