Justiça
Funcionários do Palácio do Planalto estudam processar Wajngarten

O chefe da Secom teria ignorado riscos do coronavírus ao dar “carteirada” para embarcar em voo.

23/03/2020 15h40

Segundo informações da Veja, 30 funcionários do Palácio do Planalto estudam processar o chefe da Secom (Secretaria Especial de Comunicação), Fábio Wajngarten, após “carteirada” para embarcar em voo para São Paulo, mesmo não estando na listagem de passageiros do avião.

A atitude irresponsável de Wajngarten, que já estava ciente de que precisava de tratamento, levou 30 passageiros a ficaram em quarentena, e quatro deles foram contaminados pelo novo coronavírus (Covid-19).

Os funcionários pretendem processar o chefe da Secom alegando conduta temerária.

Wajngarten foi o primeiro integrante da comitiva do presidente Jair Bolsonaro em viagem aos Estados Unidos a ter a confirmação da infecção por coronavírus. No total, 23 integrantes da comitiva tiveram o diagnóstico positivo para a doença.

Liberal sem paciência para extremos. Críticas e afins: @maiarapiva no Twitter.