fbpx
Justiça
FHC se pronuncia sobre vazamento: “tempestade em copo d’água”

Ex-presidente diz que vazamentos não comprometem os motivos da condenação de Lula

10/06/2019 13h55

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso se pronunciou afirmando que as conversas vazadas do então juiz Sérgio Moro, hoje ministro da Justiça, com a força-tarefa da Lava Jato não comprometem as condenações proferidas – disse que se está fazendo tempestade em copo d’água.

Entre os casos citados nos diálogos publicados pela “The Intercept Brasil”, está a investigação do tríplex cuja propriedade, atribuída a Lula, resultou na sua prisão e condenação.

Disse FHC ao blog:

“O vazamento de mensagens entre juiz e promotor da Lava-Jato mais parece tempestade em copo d’água. A menos que haja novos vazamentos mais comprometedores. Não alteram, na substância, como escreveu Celso Rocha Barros, os motivos para a condenação, apesar de revelarem comentários impróprios, dados os participantes.”

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso completa:

“Se formos incriminar ou julgar os atores da política nacional — e da Justiça— pelas impropriedades que dizem, o que será de nossa democracia? E olha que nem sempre se expressam em conversas privadas…”

Informações: UOL.

Diretor do movimento Neoiluminismo, coordenador nacional MBL Estudantil e coordenador SFL. Estudante de economia na UFRGS e amante das ciências da complexidade.