fbpx
Política Internacional
Expectativa é que acordo UE-Mercosul entre em vigor em dois anos, diz secretário argentino

Secretário também revelou um dos principais fatores que dificultaram o acordo em sua reta final.

16/07/2019 11h25

No início da 54ª Cúpula do Mercosul, o secretário de relações econômicas da chancelaria da Argentina, Horacio Reyser, disse que a expectativa é de que o acordo comercial entre a União Européia e o Mercosul passe a vigorar em dois anos, informa a Folha.

O secretário afirmou que uma das principais dificuldades para a consolidação do acordo nos últimos meses esteve no fato de que os países do Mercosul são “muito parecidos em alguns setores, como o agroindustrial, exportamos mais ou menos os mesmo produtos”.

Na reunião ainda deve ser anunciado o fim do ‘roaming’ internacional para quem viaja entre os quatro países membros do bloco. Segundo o governo argentino, essa medida facilitará os negócios e o turismo.

Informações da Folha de S. Paulo.

Estudante de ciências econômicas na Universidade de São Paulo e membro do movimento Neoiluminismo. Liberal convicto admirador da filosofia prática kantiana, economia ortodoxa, Hayek e história econômica institucional.