fbpx
PT
Em primeiro discurso livre, Lula ataca Globo, Bolsonaro e Lava Jato

O petista disse que Deltan e Moro juntos não tem 10% de honestidade

08/11/2019 18h50

Em seu primeiro discurso livre após 580 dias preso, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou que voltará à política com promessa de viagens pelo brasil com o intuito de defender um novo projeto para o país. O petista fez ataques ao presidente Jair Bolsonaro (PSL) e aos responsáveis por sua condenação pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

“Se pegar o Dallagnol, o Moro, alguns delegados que fizeram inquérito, enfiar um dentro do outro e bater no liquidificador, o que sobrar não é 10% da honestidade que eu represento nesse país”, disse o ex-presidente.

Lula comparou a administração de suas redes sociais com a de Bolsonaro: “Cumprimentar a Nicole, que faz o meu Twitter. O Bolsonaro, ele diz que tem mais de 20 pessoas que faz o Twitter dele. Eu só tenho uma pessoa e ela tem cara e nome, que é a Nicole”, afirmou.

O petista também quis atacar a globo e disse ter sido vítima de uma maracutaia liderada pela Rede Globo. As informações são do Jornal O Globo.

Professor de filosofia, jornalista e diretor do movimento Neoiluminismo. Entusiasta da filosofia, [geo]política, economia e literatura.